Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.
Polícia Federal faz operação contra desvios em benefícios do INSS
Fraudes realizadas pelo grupo teriam ultrapassado R$ 5,6 milhões. Destes, cerca de R$ 2,5 milhões teriam sido devolvidos aos cofres públicos. A Polícia Federal realiza uma operação na manhã desta quarta-feira (27) a Operação Lazarus com o objetivo de desarticular uma organização que reativava de maneira fraudulenta benefícios previdenciários que haviam sido suspensos. As fraudes realizadas pelo grupo teriam ultrapassado R$ 5,6 milhões. Destes, cerca de R$ 2,5 milhões teriam sido devolvidos aos cofres públicos. Os agentes cumprem cinco mandados de busca e apreensão nas cidades do Rio de Janeiro, e em Belford Roxo e Mesquita, na Baixada Fluminense. Entre as medidas previstas também estão o sequestro de bens e o afastamento de um servidor do INSS. O nome da operação faz referência à história bíblica de Lázaro, que voltou à vida depois de sepultado.
Wed, 27 May 2020 10:46:34 -0000
'Vamos desmontar isso tudo', afirma Witzel sobre Operação Placebo
Em entrevista ao Bom Dia Rio desta quarta-feira (27), o governador Wilson Witzel voltou a afirmar ser vítima de perseguição política. Witzel e a primeira-dama, Helena, foram alvo nesta terça (28) da Operação Placebo, sobre suspeitas de fraude na saúde durante a pandemia de Covid-19. "Vamos ao Senado, ao Conselho Nacional do Ministério Público. Vamos desmontar isso tudo", afirmou. Esta reportagem está em atualização.
Wed, 27 May 2020 10:45:53 -0000
Bolsas da China caem por tensões com os EUA e preocupações econômicas
Trump disse que os EUA estão preparando uma forte resposta às leis de segurança nacional planejadas pela China para Hong Kong. O mercado acionário da China recuou nesta quarta-feira (27) uma vez que as tensões com os EUA e as preocupações com os danos provocados pelo coronavírus sobre a economia reduziram o apetite por risco. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 0,7%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,34%. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse na terça-feira que está preparando uma forte resposta às leis de segurança nacional planejadas pela China para Hong Kong, acrescentando que será anunciada antes do fim da semana. Polícia de Hong Kong usa spray de pimenta e gás lacrimogêneo para dispersar manifestantes Os investidores também estão monitorando de perto o ritmo da recuperação econômica da China devido à crise do coronavírus. Os lucros das empresas industriais do país caíram a um ritmo mais lento em abril, mas a economia enfrenta pressão persistente já que a atividade e a demanda permanecem fracas. Nos EUA, os futuros dos índices acionários dos avançavam nesta quarta-feira uma vez que as esperanças de recuperação econômica ofuscavam as preocupações com as tensões entre EUA e China. Veja as cotações de fechamento na Ásia: Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,70%, a 21.419 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,36%, a 23.301 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,34%, a 2.836 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,70%, a 3.845 pontos. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,07%, a 2.031 pontos. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,16%, a 11.014 pontos. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,43%, a 2.519 pontos. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,09%, a 5.775 pontos. Manifestantes voltam às ruas de Hong Kong após China anunciar lei para aumentar controle
Wed, 27 May 2020 10:41:47 -0000
Câmara de Ourinhos abre CPI para investigar denúncia de pagamento de propina e tentativa de extorsão envolvendo o prefeito

Denúncias foram feitas por empresário à Polícia Federal, mas caso foi encaminhado para Polícia Civil. Lucas Pocay (PSD) negou as acusações e alegou perseguição política. Denúncia envolve o prefeito de Ourinhos, Lucas Pocay, secretários e ex-secretários da cidade TV TEM/Reprodução Os vereadores de Ourinhos (SP) aprovaram na sessão desta terça-feira (26) uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar uma denúncia feita por um empresário da cidade à Polícia Federal de Marília sobre um suposto esquema de oferta de pagamento de propina e tentativa de extorsão envolvendo o prefeito Lucas Pocay (PSD), o pai dele, ex-prefeito e deputado estadual, outros agentes públicos e ex-servidores municipais. A Polícia Civil de Ourinhos recebeu nesta terça-feira a denúncia protocolada na PF e agora está analisando o caso pra iniciar e encaminhar a investigação. A denúncia feita pelo empresário Ricardo Xavier Simões, dono de uma incorporadora imobiliária de Ourinhos. Segundo o denunciante, ele tinha uma dívida em impostos municipais e em 2018 e o ex-secretário de Assuntos Jurídicos, o advogado Pedro Vinha Junior e o adjunto da pasta, Lucas Cadamuro tentaram obter vantagem indevida para a quitação dessa débito. Para isso ele teria que ceder cinco lotes em um condomínio de alto padrão em Ourinhos. Os lotes avaliados na época a R$ 250 mil cada um, seriam para o prefeito Lucas Pocay, para o pai dele, Claury Alves da Silva, para o próprio Pedro Vinha Junior, apontado com articulador do esquema e Osvaldino Araújo Alves, secretário de Planejamento e Finanças. Em nota, o prefeito Lucas Pocay disse que a denúncia é perseguição política e que o empresário teria relacionamento com o grupo que faz oposição ao prefeito. Já Claury Alves da Silva, ex-prefeito de Ourinhos, ex-deputado estadual e pai do atual prefeito, informou que desconhece os fatos denunciados e acredita ser perseguição política contra o filho. Osvaldino Araújo, atual secretário de finanças de Ourinhos, Pedro Vinha Junior, ex-secretário de Assuntos Jurídicos, e Lucas Cadamuro, ex-secretário adjunto de Assuntos Jurídicos, disseram que a denúncia é infundada e mentirosa. A denúncia Segundo o denunciante, ele não teria concordado em pagar os terrenos e teria sofrido outras tentativas diferentes de extorsão, entre elas, contratar de forma simulada o escritório de advocacia de Pedro Vinha Junior, por R$ 5 milhões e honorários de uma causa apontada como resolvida para Ricardo Simões, sob a alegação de que conseguiria a assinatura do prefeito Lucas Pocay, que ele disse ter negado mais uma vez. A segunda proposta foi a compra de cotas da sociedade da incorporadora por R$ 7 milhões, valor abaixo de mercado e depois de negar a oferta, recebeu a terceira proposta de venda das três áreas que motivaram a dívida da empresa com o município, novamente por R$ 7 milhões, quantia apontada também como inferior ao que de fato valeria. O denunciante disse ainda que a carta com a proposta de compra de uma das cotas da empresa estaria no nome de um dono de uma operadora de internet que atua na cidade, que seria, de acordo com a denúncia, seria um “laranja” no esquema. Ainda de acordo com a denúncia, se algum desses negócios se concretizassem o dono da incorporadora ficaria livre da dívida da prefeitura, receberia os R$ 7 milhões da oferta e em poucos dias as pendências estariam resolvidas. O denunciante procurou a Polícia Federal inicialmente porque acreditou que seriam crimes eleitorais. Todos os citados ainda precisam ser ouvidos na investigação que por enquanto está com a Polícia Civil de Ourinhos. Outro lado Os envolvidos enviaram notas sobre as acusações, confira na íntegra: A assessoria de imprensa da prefeitura de Ourinhos informou que “Lucas Pocay não tem vínculo nenhum com Ricardo Simões, que possui longo relacionamento com o grupo político de oposição a ele, tanto que seu sócio ocupou cargo de secretário em gestões passadas. Afirma ainda, que a denúncia possui apenas caráter eleitoreiro e visa atacar a imagem e bom trabalho de Lucas Pocay como prefeito de Ourinhos.” Claury Alves da Silva, ex-prefeito de Ourinhos, ex-deputado estadual e pai do atual prefeito Lucas Pocay disse que “fui pego de surpresa. Um assunto que desconheço totalmente, que me parece muito uma atitude eleitoreira ou com o simples objetivo de atacar meu filho como prefeito” Osvaldino Araújo, atual secretário de Finanças de Ourinhos, afirmou que "fui surpreendido com a notícia desta denúncia, que é absurda, infundada e desconexa. Acerca disso, só posso dizer que tenho duas convicções: que todo o referido processo foi feito de forma legal e segundo princípios da administração pública, e que ele vai responder na justiça por essa denunciação caluniosa." Pedro Vinha Junior, advogado, ex-secretário de Assuntos Jurídicos de Ourinhos, disse "ainda não tive acesso integral ao teor das acusações. No entanto, em relação ao que foi publicado nos veículos de imprensa local, refuto veementemente as afirmações do autor da denúncia, uma vez que não têm qualquer relação com a verdade. Em sentido diametralmente oposto, consigno que no momento oportuno apresentarei todas as provas que afastam a fantasiosa denúncia formulada." Lucas Cadamuro, ex-secretário adjunto de assuntos jurídicos de Ourinhos, informou que “ainda não tive acesso integral ao teor das acusações, no entanto, em relação ao que foi publicado nos veículos de imprensa local, refuto veementemente as afirmações do autor da denúncia, uma vez que não têm qualquer relação com a verdade." Veja mais notícias da região no G1 Bauru e Marília.
Wed, 27 May 2020 10:41:46 -0000
Novas 20 barreiras sanitárias começam a funcionar em Caruaru

Pontos foram ampliados na terça-feira (26) em vários bairros da cidade e na zona rural. Barreiras sanitárias, em Caruaru SEIC/Divulgação Novas 20 barreiras sanitárias começaram a funcionar na terça-feira (26) em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Os pontos foram distribuídos nos bairros das Rendeiras, Boa Vista, Salgado, Centro, Maurício de Nassau, Universitário, Petrópolis, no Distrito Industrial e em frente à UPAE; já a barreira itinerante percorreu o 1° Distrito, nos sítios Campos, Murici, Peladas e Terra Vermelha, seguindo diariamente para os demais distritos. Veja dados do coronavírus em Pernambuco Aferição de temperatura com termômetros com infravermelho, medição da porcentagem de hemoglobina arterial com a ajuda de oxímetros e realização de testes rápidos durante foram algumas das ações realizadas nas abordagens. Nos últimos dois meses, período em que as barreiras foram adotadas no município, mais de 1,4 mil veículos retornaram para os seus lugares de origem. As barreiras sanitárias são coordenadas pela Secretaria de Ordem Pública, em um trabalho conjunto com a Guarda Municipal, agentes de trânsito, agentes de saúde, fiscais de Ordem Pública e bombeiros civis.
Wed, 27 May 2020 10:41:00 -0000
ONG oferece atendimento gratuito e apoio às mulheres vítimas de agressão em Maceió

Risco de violência doméstica aumentou durante período de isolamento social ONG oferece atendimento online às mulheres vítimas de violência em Maceió durante pandemia. Divulgação O Centro de Defesa dos Direitos da Mulher (CDDM), uma Organização Não Governamental (ONG), está oferecendo ajuda às mulheres vítimas de violência e em situação de vulnerabilidade durante o período de isolamento social. O atendimento é on-line e conta com a ajuda de advogadas, psicólogas e assistentes sociais. O objetivo é oferecer um suporte às mulheres que sofrem qualquer tipo de violência, e acontece às segundas, quartas e sextas, das 14h às 17h, via WhatsApp, através dos telefones 99922-5202 e 98812-5800. “Nosso atendimento e apoio é feito presencialmente, mas devido a necessidade da pandemia que exige o isolamento social, buscamos meios possíveis para dar continuidade aos nossos serviços e poder atender a todas que precisam de um apoio, seja ele emocional, jurídico ou apenas uma boa conversa”, explica Paula Simony, coordenadora geral do CCDM. Além dos casos de agressões físicas, a Lei Maria da Penha, sancionada em 2006, prevê que violência psicológica, sexual, patrimonial e moral também são consideradas condutadas que ferem o Código Penal brasileiro. A ONG lembra que, em caso de violência doméstica, as mulheres devem também buscar ajuda através do número 190 (Polícia Militar de Alagoas) e do 180 (Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência). Veja mias notícias da região em G1 Alagoas
Wed, 27 May 2020 10:40:27 -0000
Vacinação contra gripe terá oito pontos com drive thru nesta quarta-feira em Porto Alegre

Objetivo é vacinar grupos prioritários. Veja os locais abaixo. Prefeitura vai disponibilizar oito pontos com drive thru nesta quarta Robson da Silveira/SMS PMPA A Prefeitura de Porto Alegre informou que a vacinação contra a gripe, para os grupos prioritários, terá oito pontos com drive thru nesta quarta-feira (27) na Capital. [Veja abaixo os locais]. Segundo o município, apenas crianças, de seis meses a menores de seis anos, devem ser imunizadas nas unidades de saúde para manter o acompanhamento do calendário e atualização das vacinas de rotina. Para evitar aglomerações, mais de 150 locais estão disponíveis até 5 de junho, para que o público-alvo tome a vacina. Veja aqui quais são as farmácias parceiras e as unidades de saúde que têm vacinação. Em dois meses de campanha, iniciada em 23 de março, foram aplicadas 557.877 doses nos grupos prioritários, o que significa 78,02% da meta geral de 715 mil pessoas. Veja os locais de drive thru Avenida Professor Oscar Pereira, 3229 - bairro Glória Avenida Baltazar de Oliveira Garcia, 744 - bairro São Sebastião Avenida Bento Gonçalves, sentido bairro-centro, portão saída estacionamento da PUCRS (quase esquina rua Nelson Brochado Duarte) Avenida Protásio Alves, 6220 - Sesc Protásio Alves - bairro Petrópolis Rua São Manoel, 543, bairro Santa Cecília Praça Comendador Souza Gomes, em frente à Unidade de Saúde Tristeza - bairro Tristeza Rua Três de Abril, 90 - bairro Passo d’Areia Praça João Batista Lessa, Rua Jorge Mello Guimarães, s/nº - bairro Belém Novo Números da vacinação até 22 de maio em Porto Alegre 557.877 doses aplicadas Idosos - 262.147 Trabalhadores de saúde - 98.938 Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis (comorbidades) - 103.966 Crianças (6 meses a menores de 6 anos) - 24.906 Gestantes - 3.370 Puérperas (mães há menos de 45 dias) – 515 Pessoas com deficiência - 1.455 Forças de segurança e salvamento - 25.249 Trabalhadores do transporte coletivo - 5.832 Caminhoneiros - 1.520 Portuários – 485 Povos indígenas – 614 População privada de liberdade - 4.144 pessoas Funcionários do sistema prisional - 1.165 Adultos de 55 a 59 anos - 19.419 Professores - 4.152
Wed, 27 May 2020 10:40:13 -0000
Coronavírus: número de apreensões de drogas em estradas de MG cresce com quarentena

Fato de ter menos veículos nas rodovias contribui para fiscalização antidrogas. Militares encontraram drogas no porta-malas e escondidas em compartimentos do veículo Polícia Militar / Reprodução O número de apreensões de drogas em estradas de Minas Gerais durante os dois meses de isolamento social cresceu se comparado com o começo do ano. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o fato de ter menos carros circulando nas estradas fica mais fácil para os inspetores visualizarem os casos suspeitos. Como há menos acidentes de trânsito, dá para intensificar o combate ao crime porque os policiais se preocupam menos com trânsito e concentram os esforços em outras atividades na rodovia, dentre elas, a criminalidade. Período de 1° de janeiro 2020 até 11 de março (quando começou o isolamento) Maconha: 1.884 kg Cocaína: 99 kg Crack: 2 kg Haxixe: 34 kg Período 11 de março até 25 maio de 2020 Maconha: 14.132 kg Cocaína: 1.543 kg Crack: 27 kg Skank (tipo de maconha mais forte): 73 kg Haxixe: 34 kg
Wed, 27 May 2020 10:39:46 -0000
Ações da Latam desabam após pedido de recuperação e Chile avalia resgate
Papéis da empresa caíram 36% no fechamento da sessão da Bolsa de Santiago. Empresa informou que o grupo não distribuirá dividendos correspondentes ao exercício de 2019. As ações da Latam, a maior companhia aérea da América Latina, desabaram nesta terça-feira (26), após a companhia solicitar a recuperação judicial nos Estados Unidos para mitigar os efeitos do coronavírus e o governo chileno avalia um resgate por considerá-la "estratégica". Os títulos da empresa, surgida da fusão em 2012 entre a chilena LAN e a brasileira TAM, caíram 36% no fechamento da sessão da Bolsa de Comércio de Santiago. Em Wall Street, as ações (ADR) da empresa também perderam quase a metade de seu valor ao voltar a operar na tarde desta terça. O valor total da dívida a ser reestruturada no processo de recuperação judicial é de US$ 14,9 bilhões. A decisão da LATAM formalizada nesta terça-feira inclui suas filiais em Chile, Peru, Equador e Colômbia, devido à drástica queda da atividade provocada pela pandemia do novo coronavírus, que obrigou o fechamento das fronteiras em muitos países. O capítulo 11 da lei de falências nos EUA permite a uma empresa sem condições de pagar suas dívidas iniciar uma reestruturação sem a pressão dos credores. "Quando a pandemia começou, a Latam entrou nesta crise como um grupo de companhias aéreas saudáveis e rentável", disse o CEO da empresa, Roberto Alvo, em um comunicado. Antes de a pandemia paralisar o transporte aéreo, a Latam voava para 145 destinos em 26 países e fazia cerca de 1.400 voos diários. "Mas estamos sujeitos a circunstâncias excepcionais, que levaram a um colapso da demanda global por nossos serviços e atualmente estamos operando aproximadamente 5% dos nossos voos de passageiros", acrescentou. Portanto, acrescentou Alvo, "tivemos que tomar medidas difíceis, mas necessárias para garantir nossa sustentabilidade a longo prazo nestes tempos extraordinários". A companhia já anunciou a demissão de 1.800 de seus 42.000 funcionários em todas as suas filiais, além da aposentadoria de outros mais. A Latam continuará voando enquanto estiver nesta situação. A partir de junho, começará gradativamente a retomar suas operações. As filiais em Argentina, Brasil e Paraguai não recorreram à lei de falências. Pedido de recuperação judicial da Latam acende 'sinal de alerta', diz ministro Latam entra com pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos À tarde, a empresa informou que no âmbito do processo voluntário de reestruturação, o grupo não distribuirá dividendos a seus acionistas, correspondentes ao exercício de 2019, previstos para 28 de maio. "O anterior se explica porque as normas que regem o procedimento do Capítulo 11 impedem à companhia aérea repartir dividendos a seus acionistas enquanto esta se encontre dedicada à renegociação de seus passivos que permitam a continuidade de suas operações e a viabilidade futura", diz o comunicado. 'Sentar e renegociar as dívidas' Segundo o informe financeiro de 2019 da Latam, os passivos da companhia aérea alcançavam US$ 17,958 bilhões. Seu maior credor é a Wilmington Trust Company, com US$ 777,5 milhões, um provedor de serviços patrimoniais e institucionais do M&T Bank. Segue-a o Citibank, N.A., com US$ 603,1 milhões, segundo o jornal La Tercera. "A companhia agora pode se sentar e negociar estas dívidas", explicou Alvo na edição digital do jornal Pulso. "A lei nos Estados Unidos te permite terminar unilateralmente uma quantidade de contratos, por exemplo, contratos de arrendamento de aviões. Assim, a companhia pode se redimensionar e se adaptar à nova situação da demanda, pelo menos a que veremos nos próximos meses, de uma forma muito mais simples, mais rápida e muito mais eficiente", acrescentou o executivo. A companhia aérea americana Delta é a maior acionista da Latam, após a compra de 20% das ações no ano passado por US$ 1,9 bilhão. O grupo empresarial chileno Cueto e a Qatar Airways - outros dois dos principais acionistas - comprometeram um financiamento adicional de US$ 900 milhões. Um resgate na mira A virtual paralisação da aviação civil devido à pandemia dizimou o setor e levou muitos governos a sair ao socorro das companhias aéreas. Até meados de maio, as ajudas governamentais totalizavam 123 bilhões de dólares, estimou nesta terça-feira a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA). A Latam anunciou que já "sustenta conversações" com os governos de Chile, Brasil, Colômbia e Peru "para acessar financiamento adicional, proteger empregos, na medida em que seja possível e minimizar a disrupção de suas operações". O governo chileno anunciou que "avaliará a conveniência e oportunidade" de apoiar uma empresa que considera "estratégica", pois gera 10.000 empregos diretos e conta com 2.000 provedores que abrangem um universo de cerca de 200.000 empregos indiretos. Mas, "qualquer apoio (estatal) a uma companhia não é nunca um apoio aos donos", advertiu o ministro da Fazenda do Chile, Ignacio Briones. A declaração se referiu às suspeitas que se abrem perante a relação do presidente chileno, Sebastián Piñera, com a LATAM, da qual foi um dos proprietários e com a qual mantém estreito vínculo, especialmente com o grupo Cueto. Embora a Latam considere fundamental o apoio governamental, "isto não é suficiente para poder solucionar a crise que temos pela frente com total tranquilidade porque não sabemos quanto vai durar", acrescentou o CEO da Latam.
Wed, 27 May 2020 10:37:59 -0000
Veja como apontar 50 prioridades para a cidade pelo 'Fala Curitiba'

Cidadão tem até o dia 30 de junho para participar. Programa de consultas públicas da cidade recebe sugestões para compor as leis orçamentárias, para execução em 2021 Prefeitura de Curitiba/Divulgação O "Fala Curitiba" – que é o programa de consultas públicas da cidade – recebe sugestões para compor as leis orçamentárias, para execução em 2021. Até 30 de junho, é possível apontar até 50 prioridades para a capital paraense: são cinco em cada regional. Para participar, o cidadão precisa estar cadastrado no portal "Fala Curitiba", que já foi utilizado anteriormente. As reuniões de consulta pública eram realizadas nas Ruas da Cidadania. Mas, agora elas estão fechadas por causa da pandemia do novo coronavírus. Coronavírus no Paraná: veja as principais notícias sobre a pandemia Essa fase de consulta, que segue até o fim de junho, começou no dia 18 de maio. 1ª etapa Na 1ª etapa, encerrada em 30 de abril, a população mandou sugestões para a composição da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) no "Fala Curitiba". De acordo com a prefeitura, 4.844 pessoas apresentaram 22.429 indicações para as regionais da cidade. Essa quantidade foi 83% maior do que a participação virtual no ano passado. Quais políticas foram priorizadas pela população? Assistência social Segurança Meio Ambiente Educação Saúde Trânsito Obras públicas Esporte e lazer Cultura Direitos humanos Habitação Segurança alimentar e nutricional Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.
Wed, 27 May 2020 10:35:59 -0000

This page was created in: 0.02 seconds

Copyright 2020 Oscar WiFi

This website or its third-party tools use cookies, which are necessary to its functioning and required to achieve the purposes illustrated in the cookie policy. By closing this banner, scrolling this page, clicking a link or continuing to browse otherwise, you agree to the use of cookies. If you want to know more or withdraw your consent to all or some of the cookies, please refer our Cookie Policy More info